sábado, 11 de junho de 2016


PRECE
Deixem-me livre e permitam que voos de esperança sejam encorajados e fortaleçam em meu peito o respeito à natureza e a reverência pela vida

Deem-me asas para voar, deem-me asas que me permitam alcançar céus, terras, horizontes, sonhar e realizar mudanças que resultem em metamorfoses onde brotem novas e puras sementes...

Deem-me asas que me possibilitem amparar o renascimento do verde e fazer parte dele,

Deem-me asas que permitam eu me unir à existência e compreender que também sou parte da força de transformação e recuperação da natureza

Deem-me asas para que eu possa me juntar à você para percorrermos o caminho do cerrado e sermos suas asas e sua voz de renovação e liberdade

Giselle Maria


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Excelente trabalho de fotografia, ressalta bem a luta pela consciência ambiental.

    ResponderExcluir